16 de abril de 2009

O sexo dos anjos

.
E para desanuviar das tristezas da política...
.

 


O SEXO DOS ANJOS

Foi em Bizâncio, antes da queda.
Discutiam o sexo dos anjos, e a discussão ficou interrompida
quando os turcos cortaram o fio à meada,
se é que não cortaram mesmo o sexo aos anjos.
Bizâncio, então, podia ter caído uns dias mais tarde:
talvez, durante esses dias, se pudesse chegar a uma conclusão
sobre qual era, afinal, o sexo dos anjos;
e o assunto interessa-me porque os únicos anjos que conheço são em estátua,
e não é possível espreitar o sexo de uma estátua!
A queda de um império, é verdade, dá-nos estas coisas imprevisíveis:
dá-nos um voo de argumentos teológicos sobre o sexo;
e traz-me, de súbito, o teu rosto,
inquietante na sua fixidez de enigma grego
– esse rosto de perfil, e também gosto dos perfis,
mesmo quando não são de anjos
ou não têm a linha pura dos ícones gregos.
Basta-me, então, saber que é o teu rosto;
ouvir ainda as tuas últimas palavras de despedida,
que me soaram demasiado secas
 

(mas que outro tom se pode usar
numa despedida para não ser patético,
como esses que ainda discutiam o sexo
dos anjos num conflito cercado pelos turcos?)

– e dizer-te, agora, que não há voltas a dar ao amor
quando o céu muda a cada instante,
e é preciso, apesar de tudo,
que alguma coisa permaneça intacta em tempos de mudança.
Que outros impérios terão de cair para isso?
Em que novo concílio ouvirei discutir o sexo dos anjos?
Ouve, então, de novo:
em Bizâncio, uma tarde, foram todos degolados à beira da conclusão.


Nuno Júdice 


.

55 comentários:

De Amor e de Terra disse...

Olá minha querida Meg, boa noite.
Ainda não conhecia este poema de Judice; e gosto. Há uma fase dele que me encanta e este, embora na forma não pareça pertencer a essa fase, contém muita beleza.
Obrigada pela partilha e pelas palavras na minha casa.
Beijos
Maria Mamede

O Guardião disse...

Se não há anjos, a não ser em estátuas e pinturas, para que discutir o seu sexo? Por cá prefiro o dela, a companheira de muitos anos, que continuo a amar como no princípio.
Hoje também eu mudei assunto, se isso é possível, mas pelo menos dedico uma música e os bonecos que não costumam faltar-me.
Cumps

SILÊNCIO CULPADO disse...

Meg

Os anjos não têm sexo porque o sexo está em tudo inclusive na sua criação.
Muito belo e artístico este post.

Abraço

Meg disse...

Querida Maria Mamede,

Este poema que eu não conhecia, foi-me oferecido pelo amigo Vasco do blog http://blogexperimental.blogspot.com/.
Também não o conhecia... e gostei muito.

Um beijo

Meg disse...

Guardião,

Essa é uma velha questão, meu caro amigo.
Quanto à tua opção, é a melhor e que assim seja para sempre.

Um abraço

Meg disse...

Lídia,

Está em tudo e muitas vezes onde não devia estar...

Um abraço

Alexa disse...

Não conhecia este poema e gostei muito .Mas os anjos claro que têm sexo.
Obrigado pela partilha

beijos

utopia das palavras disse...

Também não conhecia este texto Nuno Júdice, belo, poético e de alguma ironia que apreciei!

O sexo...dos anjos ou não
sempre a eterna questão!

Beijo e um bom fim de semana

Agulheta disse...

Meg. Gostei de ler e não conhecia,se os anjos tem sexo? não sei,mas fico a pensar.
Beijinho bfs

Lisa

MPS disse...

Cara Meg

Primeiro perguntei-me: para quem será a indirecta? Depois, sem responder, pensei: ná, aqui não há indirectas, somente o amor pela beleza.

Mas sempre acrescento que discutir o sexo dos anjos é dos exercícios mais poderosos para cultivar a arte da argumentação e a finura do raciocínio.

Um abraço

zef disse...

Muito baixinho, Meg: há anjos? e têm asas? e estão no céu? - Se sim, temos de arranjar outro céu...
Beijos

Meg disse...

Alexa,

Será que têm mesmo?
Essa questão continua...

Um abraço

Meg disse...

Utopia das palavras.

O sexo dos anjos será sempre um bom motivo para uma boa discussão, sem dúvida...

Um abraço

Meg disse...

Lisa,

Vai pensando... anjos ou anjas, e se chegares a alguma conclusão, avisa.
Se gostaste do NJ é o mais importante.
Bom fim de semana para ti também.

Beijo

Meg disse...

Cara MPS,

Não sei se nas entrelinhas não haverá alguma indirecta mas há decerto muito amor pela beleza.

Quanto à argumentação e raciocínio, estou plenamente de acordo... e como precisamos desse exercício!

Um abraço amigo

Meg disse...

Querido Zef,

Baixinho... não sei, creio que não, nunca os vi, mas dizem que "los hay"...

Um abraço

Bipede Implume disse...

Também acho que se perde tempo demais a discutir o "sexo dos anjos", ou seja, o blá...blá...blá do costume e obras nada.
E concordo inteiramente com o NJ.
Amiga, um excelente fim de semana.
Beijinhos.

Maria Faia disse...

Querida Amiga,
Discutir o sexo dos anjos...
Quem sabe um dia descobriremos que os anjos não têm sexo. Ou será que vamos descobrir o contrário?
Uma coisa é certa, descobri já que gostei da forma de abordagem do assunto feita por Nuno Júdice. Esse, pelo menos, é um facto real.

Deixo-te um beijo amigo, com votos de um feliz fim de semana,

Maria Faia

Bipede Implume disse...

Olá Amiga, bom dia!
Venho fazer um pequeno esclarecimento...(piqueno, como diz a outra senhora).
A planta que designei por "árvore do chá" não é o chá que costumamos beber, mas um arbusto originário da Austrália e Nova Zelândia. Quando o célebre capitão Cook chegou a estas paragens, diz-se que fazia chá com as folhas deste arbusto. E passou a chamar-se árvore do chá, porque chega a atingir cinco metros de altura.
Perguntei na loja onde o comprei o seu nome em português, e a senhora disse-me "liptosporo" . Como, na pesquisa que fiz , não encontrei este nome resolvi usar a tradução do inglês.
Quando o trouxe para casa era uma planta muito pequenina.`
É caso para dizer como o Jô Soares:
"Pensar que ela saíu daquele vaso tão pequenino."
Desculpa usar assim o teu espaço.
Beijinhos e continuação de bom fim de semana.

Vieira Calado disse...

"...E todos morreram calçados", o título dum velho filme, poderá ser o mais adequado ao que hoje se vislumbra...

Bom fim de semana

Pata Negra disse...

Li com agrado. Vou ter de sair, não quero que me descubram, aqui em casa, a visitar blogues que falam de sexo!
Um abraço de anja negra

Mariazita disse...

Olá, Meg
Acho este texto duma beleza enorme.
De facto, para quê discutir o sexo dos anjos? Nunca conduzirá a nada.
Num pequeno aparte posso dizer-te que os considero assexuados. Talvez por isso gosto tanto de anjos, indiscriminadamente. Se tivessem sexo era capaz de ter tendência para gostar mais duns ou doutros :)
Independentemente de eu gostar ou não de anjos...o certo é que NJ desenvolveu, a partir desse tema, um poema extraordinário.
Uma óptima escolha.

Acerca do comentário que deixaste no "Beijos" fá-lo-ei chegar ao conhecimento do Humberto, como, aliás, tenho feito com todos que apareceram depois do seu segundo agradecimento.

Bom fim de semana. Até amanhã.

Beijinhos
Mariazita

Marco Ferreira disse...

Bom fim de semana.

marinheiroaguadoce a navegar

vbm disse...

:)))

Eu também me lembro de quando vi, li, este poema pela primeira vez, ter ficado fascinado com a suprema ironia da destituição do que se discutia para assim concluir a radical premissa de que o "único sexo que me interessa é o teu"

:))

Papoila disse...

Querida Meg:
Desconhecia este poema de Nuno Júdice e gostei imenso de o ler. Quanto ao sexo dos anjos tenho tido alguns bem sexuados no meu caminho a quem estarei sempre grata...
Beijos

Meg disse...

Isabel

E aqui eesa questão foi ultrapassada, já que o sexo que interessava estava ali...bem presente.

Um beijo

Meg disse...

Maria Faia,

E se gostaste do poema, para quê saber o sexo dos anjos?
Será um tema sempre passível de um bom debate.

Um beijo

Meg disse...

Isabel,

Ah... agora fiquei bem esclarecida sobre a tua árvore do chá. Obrigada.

E este espaço é também teu...sempre

Um beijo

Meg disse...

Vieira Calado,

Também me parece que sim.

Um abraço

Meg disse...

Caro Pata-Negra,

Esta mania que tens de visitar sites perigosos, ahahahah!!!
Abençoado sentido de humor, o teu.

Um abraço

Meg disse...

Mariazita,

Mas discutir o sexo dos anjos é sempre um excelente pretexto para uma boa discussão.
Por isso nunca se resolve a questão.

Um beijo

Meg disse...

Marco,

Um bom fim de semana para ti também... e bom cinema.

Um abraço

Meg disse...

Caro Vasco,

Vês como o importante se transformou em acessório, neste poema...?
Para bom entendedor...

Um abraço

Meg disse...

Papoila,

Agora fizeste-me rir...com os anjos sexuados.
Mas que felizarda que me saiste!
É de fazer inveja...

Um beijo

romério rômulo disse...

meg:
não estou sumido.caminho pelas montanhas de ouro preto e,breve,
pelas do rio de janeiro.
um beijo.
romério

padeirinha disse...

Fantástico.

Deusa Odoyá disse...

Olá minha nova amiga Meg!
vim através do blog do nosso amigo Amaral.
Não conhecia esse poema, mas ví o filme.
Espetacular, mas no Brasil.
Uma semana abençoada para tí.
Muita paz, amor e luz.
Lhe aguardo em meu cantinho.
Beijinhos doces, minha amiga.
Regina Coeli.

tulipa disse...

A
VIDA
É
FEITA
DE
MOMENTOS...

Estás convidada a partilhar
"MOMENTOS PERFEITOS" comigo, neste dia especial.

MUITO OBRIGADO por estares presente na minha vida.

QUERIDA MEG:
Ofereço uma fatia de bolo, flores e um forte abraço.

Carminda Pinho disse...

O que mais se ouve por aí Meg, são discussões sobre o sexo dos anjos. Eles falam...falam...mas eu não os vejo fazer nada (já dizia o RAP.

Beijinhos Meg.

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Amigo é aquela pessoa que o tempo não apaga,
que a distância não esquece,
que a maldade não destrói.

É um sentimento que vem de longe,
que ganha lugar no seu coração
e você não substitui por nada.

É alguém que você sente presente,
mesmo quando está longe...
Que vem para o seu lado quando você está sozinho
e nunca nega um sentimento sincero.

Ser amigo não é coisa de um dia,
são atos, palavras e atitudes
que se solidificam no tempo
e não se apagam mais.
Que ficam para sempre como tudo que é feito
com o coração aberto.

Um bom domingo e uma semana cheia de amor e carinho para você e toda tua família
Um abraço do amigo
Eduardo Poisl

Sei que existes disse...

Não sei se os anjos têm ou não sexo... acho que isso é algo que só interessa mesmo aos humanos...
Mas gostei muito de mais este belo poema!
Beijo grande

Mariazita disse...

Olá, Meg, Bom dia!
Que tal receber um presentinho destes logo pela manhã??? :)))

"Mariazita

Dispensar tais atavios,
minh'alma já não consegue;
como é bom ter elogios
tão gentis quanto os da Meg.

Humberto,
com beijos à Meg."

Agora que já fiz de pombo-correio...desejo um bom domingo.
Um abraço
Mariazita

Meg disse...

Romério

Que bom saber de ti, meu querido amigo!

Um beijo

Meg disse...

Padeirinha,

Obrigada, fico feliz.

Um abraço

Meg disse...

Deusa Odoyá

Seja benvinda a este espaço, é sempre um prazer receber uma nova amiga.
Não deixarei de ir visitá-la, pode estar certa.
Tudo de bom para si também.

Um abraço

Meg disse...

Tulipa,

Obrigada pelo convite e claro que vou festejar contigo esse teu MOMENTO.

Um abraço

Meg disse...

Carminda,

Quando não se tem - ou não se quer - falar do que interessa, que tal discutir o sexo dos anjos, para "épater le bourgeois"?
É isso mesmo.

Um beijo

Meg disse...

Caro Eduardo,

Com sempre um belo poema de amigo. que agradeço.

Uma boa semana para você também.

Um abraço

Meg disse...

Sei que existes,

E se os humanos se interessam por sexo! Mas não o dos anjos, minha amiga.

Um abraço

Meg disse...

Mariazita,

Obrigada pela mensagem... o teu (nosso) amigo Humberto - Poeta, é realmente irresistível.
Um grande abraço para o Poeta.

Para ti, um beijo

bettips disse...

Da multiplicidade à simplicidade da confissão apaixonada: muito bonito e não conhecia (mais uma vez!!!).
Tudo particularmente bem escolhido para o momento em que "os turcos" se agitam à nossa volta.
Bjinho Meggy

LUA DE LOBOS disse...

sem sair do meu covil de loba passeei, cautelosa, pelo teu blog tão rico de cantos e recantos, que farejei com um intenso prazer e um longo uivo.
vou voltar se me permitires e prometo que limpo as minhas patas peludas à entrada :)
xi
maria

Meg disse...

Querida Bettips,

E é pelos poemas menos conhecidos, mas não menos belos, que me atrevo... neste como noutros autores que aqui trago.

Um beijo

Meg disse...

Lua de Lobos,

Maria, sê benvinda a este espaço que não merece decerto tantas palavras elogiosas.
Claro que será um prazer recebê-la, a porta está sempre aberta a quem vier por bem.

um xi para ti também

Maria Clarinda disse...

EXCELENTE!!!!!Nuno Judice no seu melhor!
Jinhos