28 de fevereiro de 2010

Os tempos estão duros - Maiakovsky


.




Os tempos estão duros
para o artista.
Mas, dizei-me,
anêmicos e anões, os grandes,
onde,
em que ocasião, escolheram
uma estrada batida?
General
da força humana
- Verbo -marche!
Que o tempo
cuspa balas
para trás, e o vento
no passado
só desfaça um maço de cabelos.
Para o júbilo
o planeta está imaturo.
É preciso
arrancar alegria
ao futuro.
Nesta vida
morrer não é difícil.
O difícil
é a vida e seu ofício.


 [A Serguei Iessiênin, poema de 1926]
Tradução Haroldo de Campos

24 comentários:

Maria disse...

Excelente poema! Obrigada, Meg.
Beijinho

José Augusto Nozes Pires disse...

Grande Maiakovsky!

http://dinaaciganinha.blogspot.com disse...

"Nesta vida
morrer não é difícil.
O difícil
é a vida e seu ofício."

Ah! este sábio Maiakovovsky!!!

Seguindo seu lindo blog!

meu abç!
diná a ciganinha!

Zé Povinho disse...

Vou sendo surpreendido com autores que não conhecia e com poemas que são agradáveis surpresas.
Abraço do Zé

BAR DO BARDO disse...

Tanta coragem mereceria um suicídio. E viva a tragédia!

Meg disse...

Maria,

Precisávamos de um Maiakovsky.

Beijinho para ti

Meg disse...

Zé,

Tu o dizes e muito bem!

Beijo

Meg disse...

Diná,

Bem vinda a este blog de amigos.
Espere que goste e que volte sempre.
E grata também por fazer parte dos seguidores deste blog.

Um abraço

Meg disse...

Zé,

Continuo pelos idos de 1926.
É sempre bom recordar homens como Maiakovsky.

Um abraço

Meg disse...

Bardo, (gosto mais)

Maiakovsky... suicídio?
Ou talvez não... a dúvida persiste.

Um abraço

Nydia Bonetti disse...

Esta foto é linda, Meg e este poema me comove. Tudo de Maiakovsky me comove. Difícil mesmo a vida e seu ofício... Beijo!

JPD disse...

Gosto imenso da poesia do M.

Por essa razão congratulo-me com esta edição.

Saudações

Filoxera disse...

É verdade. A vida é difícil. mais para uns que para outros :-)
Um beijo.

Pata Negra disse...

Os tempos serem duros ainda se aguenta, o insuportável é que o nossos chefes preguem a desesperança.

Beijos dos melhores dias

Maria João disse...

" É preciso arrancar alegria ao futuro.."

Meg
O quanto isto faz sentido nos dias de hoje...

Mais uma excelente opção, obrigado. Não conhecia!

Um beijinho

Ana Tapadas disse...

São duros os tempos, ai se são!
Grande poema de grande poeta!
beijinho

Meg disse...

Nydia,

De vez em quando apetece-me recordar Maiakovsky. As circunstâncias ajudam a que não nos esqueçamos deste grande Poeta.

Um beijo

Meg disse...

Caro JPD

Muito obrigada.
Ler e recordar um poeta como ele, é sempre oportuno.

Um abraço

Meg disse...

Filoxera,

O pior é que os que têm a vida mais difícil estão a aumentar cada dia que passa.

Um bom fim de semana

Beijo

Meg disse...

Pata Negra,

Se eles apenas pregassem a desesperança...!
Eles são, não só a nossa desesperança,como padecem de toda uma série de vícios que são um atentado ao futuro de todos nós.

Um bom fim de semana, amigo!

Um abraço

Meg disse...

Maria João,

Está a ser muito difícil, minha amiga.
O futuro anuncia-se negro, não para todos, claro!
A cáfila continua com todas as suas prebendas.

Bom fim de semana.

Beijinho para ti

Meg disse...

Ana,

Maus tempos como os que viveu Mayakovsky, Ana.
E não devia ser assim... por isso aqui o recordo.

Bom fim de semana

Beijos

bettips disse...

Passa o tempo, conhecido de nós.
Não passa a poesia, intemporal: vigilante e vidente.
As pontes, o que (não)aprendemos com elas, Meggy...
Bjinho

Silenciosamente ouvindo... disse...

Estou a dedicar o mês de Março no
meu blogue http://intemporal-pippas.blogspot.com à mulher ou
a blogues no feminino.Gostaria de
saber se permite que faça referência ao seu e que insira algo
do mesmo. Se o permitir, deixe
por favor comentário no referido
blogue.Bj./Irene