19 de abril de 2008

Vamos ao trabalho!!!












[Amizade e acácias rubras para vós... eu volto já]

A Amizade é uma pedra única,
rara e maravilhosa que se cultiva diariamente,
com alegria, lealdade e esperança,
renovada pelos reencontros
[retirada algures aqui na net]
Meus Amigos deixem-me só dormir um bocadinho antes de vos visitar, está a ser muito violento e só com as vossas palavras a carinho estou a tentar superar "ISTO"




77 comentários:

Blue Velvet disse...

Meg,
é a primeira vez que aqui venho.
Cheguei pelo blog da Sophiamar e fiquei estarrecida pela história que conta aqui, tanto mais, que embora nunca o tenha comentado, já vi comentários do Mocho real noutros blogs.
É inacreditável que alguém possa fazer isso.
Mas, em todo o caso, queria dizer-lhe que, embora não possa salvar o outro, pode sempre fazer um back up deste para qualquer eventualidade.
Se quiser, passe lá pela minha casinha e eu ensino-lhe como se faz.
Apesar de tudo, desejo-lhe um bom fim-de-semana

Pata Negra disse...

Acácias cores de cravos. A palavra à poesia e à amizade e permanentemente renascer.
Uma abraço que não espera

perola&granito disse...

mrgrd.gms@gmail.com

perola&granito disse...

mrgrd.gms@gmail.com

tulipa disse...

Olá MEG
Vim buscar as «minhas» acácias rubras, que ofereces, gostei do teu gesto.Adorei mesmo, sabes porquê?
É o único dia do ano em que costumo receber 1 ou 2 ramos de flores, porque...

A minha vinda aqui hoje, é para convidar para o cocktail que ofereço, durante este dia especial para mim.
Estarei à vossa espera, num lugar magnífico que reservei.
No entanto durante todo o dia, as bebidas estão à disposição bem como este ano uma surpresa...

Bom fim de semana.
Beijos e abraços.

São disse...

Minha querida, estou estarrecida!!
Como é possível?!
Bom, mas estás connosco e isso é o que importa!!

As fotos são lindas e adoraria ver as acácias ao vivo: deve ser um espectáculo inesquecível!!

Um abraço muito grande!

Sophiamar disse...

Meg

Gosto muito deste teu post. Sou uma apaixonada pelo continente africano até porque tenho vários familiares que viveram em Moçambique durante muitos anos.
E estas acácias são de uma beleza, de um fascínio incomparáveis.

Beijinhos

Savonarola disse...

A Amizade é única. A tua também. Ser teu Amigo é uma pedra única...
Adorei as acácias rubras, símbolo de Primavera e de recalcitrante atitude.
Um abraço anarquista

Maria Faia disse...

Querida Amiga,

Não poderia ter tido melhor recepção na tua nova casa!... Estas belíssimas e saudosas acácias, que ainda preenchem a minha alma mostraram-me o caminho...
Amiga, o Querubim ficou definitivamente em silêncio porque me recuso a alimentar a maldade de corações empedernidos e egoístas, falsos e usurários.
Mas, sempre que puder, passarei por casa dos amigos e matarei saudades da Amizade.

Desejo-te as maiores felicidades nesta tua nova casinha.

Um beijo amigo,

Maria Faia

anamarta disse...

Olá Meg
Lindas imagens e Palavras.
Obrigada pelas acácias e Amizade, vou guardá-las bem, pois se as acácias são lindas, a Amizade é um bem precioso que se deve cuidar todos os dias.
beijos e bom fim de semana

Maria disse...

Resististe até às 13.00.... eu não.
A tua expressão "vamos ao trabalho" lembrou-me a do Ary dos Santos "vamos passar ao futuro".
É isso que devemos fazer, Meg, pois "o passado é já bastante"...
Levo uma acácia vermelha comigo. A amizade já a tenho há muito...

Beijinhos e descansa bem.

Peter disse...

Meg

As rubras acácias de Luanda.

Deixei no meu blog, em resposta ao teu comentário, um aditamento sobre a destruição deliberada de blogs, que talvez tenhas interesse em ler.

Eu tenho sempre "back-ups" dos meus blogs.

Bom fds, esquece e "liga à terra".

Carminda Pinho disse...

Meg
Sinto uma enorme alegria em chegar aqui e, ver um post como este. Onde a amizade, a esperança e a alegria, são os sentimentos que nos envolvem a todos que, aqui vimos de vontade própria para te saudar.
Obrigada Meg, pelo post e, pelas acácias rubras que levarei comigo...

Beijos

SILÊNCIO CULPADO disse...

Meg
Estas flores são vida chamejante, vida que apaga tudo o que é não-vida e torna mais reais as amizades.

E assim, tal como Caeiro, poderás dizer:
"COMO UMA CRIANÇA antes de a ensinarem a ser grande,
Fui verdadeiro e leal ao que vi e ouvi."

abraço

bettips disse...

Do vermelho, sempre a chamar, nós.
Sabes onde estou, estou no lugar. Gosto da tua mudança, seja lá por que fôr - que eu não percebo nada dessas troca tintas, luzinhas, estrelinhas e prémios. Isto é um lugar de gozo puramente amigável, há demasiado sítio conspurcado (e hoje nem vi ainda o Telejornal).
Deixem a net e os blogs livres para fruição das pessoas simples!
Porque até envergonham os animais que lhes dão o nome!
Beijinho, Meggy.

lupussignatus disse...

a pura amizade, a que não espera nada em troca, brota do quartzo mais fundo e brilhante...

e veste-se das cores mais rubras, sim...

Força. Nunca é tarde para recomeçar...

Beijinho. Bom fim de semana.

Agulheta disse...

Meg.
Folgo em ver que foste determinada,pois é isso que devemos ser,ou por menos tentar,a inveja nunca foi boa companheira,a prova esteve aqui. Vou fazer algo logo no princípio da semana pois hoje não o posso fazer pois amanhã tenho furmatura e tenho de levantar muito cedo,mas virei sempre.
Beijinho com amizade mesmo Lisa

Zé Povinho disse...

Assim é que eu gosto, de volta ao trabalho, independente e disposta a partilhar amizade e tudo o que a vontade ditar. A vida continua e o futuro será sempre como o construir-mos.
Abraço do Zé

Lola disse...

Meg,

Vim ver as acácias vermelhas de que me tinham falado.

São de facto lindas.

Obrigada.

Beijinhos

samuel disse...

"Mandei-lhe uma carta em papel perfumado,
e com letra bonita, eu disse
Ela tinha um sorriso luminoso, tão triste e gaiato,
Como um sol de Novembro, brincando de artista,
Nas acácias floridas, na fimbria do mar"

E por aí fora...

Abreijos

Odele Souza disse...

Meg,
Maravilhosas as tuas Acácias. Um espetáculo para os olhos.


Um beijo pra ti.

Marco Ferreira disse...

Que lindas imagens.

Bom fim de semana.

marinheioaguadoce a navegar

Laurentina disse...

Minha querida Meg, ainda não entendi muito bem o terramoto que aqui aconteceu para a demolição inesperada do primeiro blog, no entanto isto está lindo!!!
AI AS NOSSAS ACÁCIASSSSSSS TÃO LINDAS.
Que dor esta saudade

bom fim de semana
beijão grande

Isabel-F. disse...

Lourenço Marques a cidade das acácias ...

a nossa cidade ...

que saudades ...

beijinhos

Menina do Rio disse...

Eu li tudo e fiquei sem acção...
Só posso te dizer que estamos aqui, querida. Não entendi o que se passou, mas vamos tocar avida adiante, pois o que fica pra trás são só os rastros.

Um beijo imenso e carinhoso

Sei que existes disse...

As fotos estão lindas! E a tua amizade é um verdadeiro tesouro!...
Muito obrigada!
Beijo grande

Grace Olsson disse...

MEG,
levantas a cabeça.Entrega a Deus todos esses atos infames.
Levante aos mãos para os céus e bendiga o momento em que ele fez isso. Vc conseguiu deixá-lo cair a máscara. E ainda bem que ele não lhe arrancou a sanidade mental. Coisa que comigo por pouco não me levaram a vida.
A BLOGOSFERA é maravilhosa. Eu bem sei disso. Mas tem cada uma que vc lendo, duvidaria.
EU SAÍ POR QUE JÁ NÃO AGUENTAVA MAIS. ANTES TIVESSEM ME ROUBADO OS TEXTOS. Em vez de terem usado trapaças de bastidores.
Pensa no mar azul esverdeado da ILha de Moçambique. Aquilo lá cura qualquer mal. Ah, como eu amo Moçambique, a África, os portugueses e Portugal.Países únicos como CADA UM DE NÓS.
E como somos únicos, por isso que CADA UM AGE À SUA MANEIRA. Uma pena que ele tenha escolhido o caminho enviesado da vida.
ÓLHA PARA OS CÉUS E DE LÁ VIRÁ O SOCORRO.
BEIJOS

MPS disse...

Meg

O caminho é mesmo esse: mergulhar no lado belo da vida.

Um abraço

Vladimir disse...

belo texto e lindas fotografias de uma terra sem igual.

parabéns por este novo espaço.

Bipede Implume disse...

Grande Mulher!
Sempre em frente tendo como guia o teu coração da côr das acácias rubras. Estaremos aqui, amiga.
Lindas estas acácias, como as da 24 de Julho de Lourenço Marques, actualmente Maputo.
Grande abraço de amizade.

Ludo Rex disse...

Bonito post. Descansa amiga, que o pessoal espera... Kiss

Entre linhas... disse...

Bem minha amiga,assim é que arregaçar as minhas e ir á luta..."águas pasadas não movem moinhos".
Um conselho meu deverias ter uma cópia da formatação (back up) do blog.
Por vezes é assim é de lamentar..e sem palavras.
Um resto de um bom Domingo para ti amiga
Bjs Zita

Papoila disse...

Olá Meg!
Bonito louvor à amizade e belíssimas fotos de acácias rubras!
Beijos

Carla disse...

meg
passei para te deixar um beijinhos e recolher a minha azálea rubra
bom domingo amiga

Amaral disse...

Meg
Então essa força, essa coragem de tantos e tantos post's belíssimos. Vamos lá. Cabeça erguida e força que fazes falta à blogosfera.
Boa semana
Abraço

**Je Vois la Vie en Vert ** disse...

Olá Meg !
Sei o que estás a passar porque aconteceu-me também ter perdido o conteúdo todo do meu primeiro blog. Mas nunca dei códigos a ninguém. Entristece-me a maldade que anda por aí mas também recebi tantas marcas de amizades que elas foram muito mais importantes do que qualquer mal que alguém quis me fazer. Recomecei quase do zéro. Felizmente, tinha guardado uma cópia antiga do meu template e pude recuperar então uma boa parte do visual. Mas os meus posts e todos os comentários lindos e amistosos, perdi-os.
Mas se vieres visitar o meu cantinho, verás que vejo a vida em verde e malgrado ter ficado trista na altura, isto não me impediu de ir em frente !
Força ! Deixa o passado atrás e vai em frente !
Beijinhos verdinhos

meg disse...

Blue Velvet

Estas palavras são um bálsamo.
Como posso confirmar não há só pessoas mesquinhas e impostoras.
Felizmente as demonstrações de solidariedade e de apoio deram-me uma grande força. E o facto de ter mascarado alguém que tem duas faces, deixou-me bem mais livre. Livre de chantagens, de ter de pedir auxílio de cada vez que havia alguma coisa no blog, onde me eram impostas restrições de receber A ou B conforme comentassem ou não no blogue desse alguém. E se eu recebesse era penalizada, não me comentava porque não se misturava com as pessoas que comentavam um blogue de m****.

Sobrevivi, e hoje fiz questão de vir aqui responder às pessoas que tanto me ajudaram, nem sabem quanto.Porque a partir do próximo post farei os comentários nos blogues dos meus amigos. É para isso que eles escrevem e é o mínimo que posso fazer para respeitar o seu trabalho
Depois tenho de colocar todos os meus links.

Obrigada pelo apoio e um grande abraço

Obr

meg disse...

Pata Negra

Acácias, cravos, poesia, amizade para os amigos que não esperam.
Um grande abraço, pelo apoio

meg disse...

Pérola&Granito

Obrigada pelo reparo, muito obrigada.
A casa é sua também

Um abraço

meg disse...

Tulipa,

Fui logo lá e prometi voltar mas, pelo que podes constatar o meu tempo sumiu, já sabes porquê.
Mas leva as azáleas que de onde vieram essas há mais e brancas também.
Estanto instalada vou lá fazer-te uma visita mais conforme.

Um grande abraço para ti

meg disse...

São,
Não estejas, que há quem bem pior...já esteja quase morto (em sentido figurado, claro)!
Os amigos, os verdadeiros, são o nosso esteio, por isso fiz questão de vir falar a cada um de vòs, e dizer-vos que a minha casa é vossa.

Um grande abraço pelo apoio

meg disse...

Sophia,
Um dia destes quando estiver menos ocupada mando-te umas azáleas, até das brancas.
Obrigada pela visita e quanto às imagens de África, espera para veres.

Um abraço...

meg disse...

Savonarola

Eu sei que posso contar contigo onde e como estiver.
Adorei ver-te aqui hoje, só lamento os motivos e tu sabes porquê, mas aqui não há partidos, no que a mim diz respeito.

Um abraço pró AN

meg disse...

Que pena Maria Faia!

E daí talvez não. Já leste o convite público que te fiz, não leste. Se for preciso referendo ou sondagem, mas sei que não será preciso.

Um abraço grande para ti

meg disse...

Anamarta , a tua presença e a de dos os que aqui têm vindo lembra-me que "nunca estamos sozinhos quanso estamos no coração de alguém".

Obrigada e hoje lembro-te outra (atenção que eu gosto muito do povo cigano)

mas como te dizia, é preciso estar com um olho no burro e outro no cigano.

Um abraço

já fiz um progresso pequenino mas progresso...

meg disse...

Maria, que remédio! Olha fui agora a tua casa ver se tinhas bichos, foi a correr mas à primeira vista não vejo nada.
E daqui leva o que queres.

Beijos para ti e cuidado com os rastejantes.

Um braço

meg disse...

Peter, é o qu estou a tentar fazer, ligar á terra.Ja fui ver aquilo de que me falas e é caso de polícia mesmo. É assustador.
Obrigada pela força. Tão depressa tenha o blogue em ordem , lá me terão de novo.

Um Abraço

meg disse...

Carmimda, e foi esse sentimento de esperança que me trouxe até aqui.
OBRIGADA UMA VEZ MAIS PELA FORÇA!

Um grande abraço e a minga gratidão

meg disse...

lídia
E assim, tal como Caeiro, poderás dizer:
"COMO UMA CRIANÇA antes de a ensinarem a ser grande,
Fui verdadeiro e leal ao que vi e ouvi."

E DISSO ME ORGULHO.
um abraço

meg disse...

Eu não te dizia? Que sina?
Mad como sabemos, há males que vêm por bem.
Uma casa grande, para oo amigos e para as coisas simples por que passamos sem as vermos, nesta aociedade devoradora.
A tua prresença deixou-me de bem com a mina alma renovada.

TODA A MINHA GRATIDÃO
NUM BEIJO

meg disse...

Para mim, estejas onde estiveres a tua lembraNÇA SERÁ UM ESTÍMULO E UMA FORÇA. Mais uma força para seguiu re frente.

UM GRANDE ABRAÇO

meg disse...

ZE,

Eu sabia que era assim que me querias ver, o resto já lá vai, embora seja sempre bom não esquecer.

Um gtande abraço da Meg,

meg disse...

Lola,
Obrigada pela visita e se gostou - quem não gosta? - das acácias rubras, é só pegar... estão aqui para vós, com todo o carinho
Prometo que vou visitá-la um dia destes.
A minha gratidão e um abraço

meg disse...

Samuel,
Como é que eu ia ultrapassar isto sem o carinho dos teus abreijos.
Tens mais uma casa, amigo. Cá te espero. ando mesmo a congeminar, e olha que eu quando congemino...
A minha gratidão cheia de abreijos

meg disse...

Do outro lado do mar também chega a solidariedade.

Odele, entre nós não são precisas muitas palavras, Mãe Coragem!
Para além das acácias rubras.

Dois beijos e dois abraços ou como diria o Samuel 2 abreijos.

meg disse...

Marco,
Tanta vontade tive nestes últimos dias que me levasses contigo para as profundas do... não, para as não tão profundas águas de um mar qualquer.

Mas foi coisa um diasito quando vi a casa a arder.

Um grande abraço daqueles!!!

meg disse...

Melhor mesmo, Isabel, falar de coisas bonitas, das nossas acácias. Esta é a minha, a tua, a nossa casa daqui em diante.

Um braçada de acácias virtuais
E um grande abraço

meg disse...

Laurentina,
Qual terramoto? foi só impostor que foi desmascarado. E é o mínimo que posso dizer de quem me
destruiu o meu blogue... está bonito não está?
Quando se apregoa fraternidade, solidariedade, condescedências, não entendo que se pratiquew a chantagem seja de que tipo for, principalmente emocional.

Laurentina, o apoio que tive foi surpreendente, agora só pretendo pôr um bocadinho de mais ordem aqui
e passar a dar-vo as respostas nos vossos blogues, pois se escrevem é para serem lidos, com todo o respeito,
E como estou em tua casa, estou mais à vontade para o fazer.

Um abraço e o melhor para o que aí vem. Sorte, amiga Laurentina


Um abração

meg disse...

Menina Verónica,
Tens toda a razão, para a frente é o caminho e não está muito mal, pois não.
Esta casa é tua também.
O Outro blogue está lá como o deixaram há exactamente 48 horas, eram 4,3o da madrugada, claro.

Não é só no filmes.

Um abraço e obrigada pelo apoio.

meg disse...

Sei que existes,

Nós sabemos que existimos, aconteça o que acontecer.

Tens mais uma casa aqui, mais arejada. E a amizade, a verdadeira - que estupidez a minha! - uma amizade que não é verdadeira é imposturice, ou não.
Um agrande abraço pelo apoio

meg disse...

Grace,

Como eu gostava de falar consigo!
É da partilha de experiências que nos podemos defender dos abutres.
Tem o meu mail. Ficaria muito feliz, porque é a 2ª mensagem, mas via email em que se fala de alguém que anda entre nós.

Se me quiser contactar, não sei se sabe que não sou própriamente uma criança, ja tenho netos e se toda a gente merece respeito, nós, os mais velhos, pelo menos na terra que me viu crescer é muito mais respeitada que nesta ponta da Europa (da treta).

Um obrigada por ter trazido aqui a sua experiência, e pense na Meg.
Um abraço.

meg disse...

ESPECIAL PARA A ANAMARTA

SÃO 4.40 E ESTOU A OUVIR CANTAR E A SER ENTREVISTADO... QUEM?
DEIXA-ME LÁ OLHAR BEM!!!!

ADIVINHA, ANAMARTA?

BEIJINHO PARA TI

Maria Clarinda disse...

Sim Amiga eu deixo....mas por favor, Meg vem...
Adorei as Acácias, são nossas de Angola, Moçambique...Africa.
Eu levo-as de Angola.
Jinhos daqueles muito especiais no teu coração...e volto a pedir-te dorme...mas vem!

zef disse...

Meg, visitei a casa em que moram as acácias.
Que chovam folhas rubras à passagem dos amigos.
Um abraço

Luisa disse...

Meg está lindo o teu novo blog. Mas afinal o que aconteceu? Não consegui perceber.
Também aqui não consigo deixar o meu linkdos ecosdotempo

anamarta disse...

Que inveja! eheheh... então tu a ver e ouvir a minha "paixão" e eu a dormir! mas olha eu estou agora a ouvi-lo. Este disco é tão Lindo tem poemas maravilhosos! e a VOZ cada vez melhor! o meu marido costuma dizer que quanto mais o ouvimos, mais o queremos ouvir, e é bem verdade!
beijinhos

AJO disse...

Ok... podes dormir... mas acorda rápido. Levanta a cabeça e o importante está à tua espera... agir... cá te esperamos.

Gabriel disse...

Você não me conhece.....de qualquer forma cheguei aqui atraves do espaço de generalidades (Zita) de quem sou amigo há bastante tempo..... e vim aqui apenas pra lhe menifestar o meu apoio e solidariedade...não deixe que pessoas (?) sem nivel nem escrupulos a abalem de forma irreversível... Força e conte comigo!
Beijos solidários
Gabriel

PS - Gosto igualmente desta sua nova casa à qual cheguei sem ser convidado....pelo facto peço desculpa

Filoxera disse...

Pelo comentário da Blue, consegui perceber...
Como lamento!
Um beijo grande e sentido.

meg disse...

Amiga Clarinda,
Volto sim, tenho é de fazer uns intervalinhos porque - e aqui vou fazer uma revelação - estou um poucochito doente, coida de quase meio ano de baixa. Há porém uma coisa de que não gosto, de trazer as minhas maleitas para os blogues,até ao "estás melhor?"
peço que me poupem. Porque isso me mantem doente todos os dias.
Também tenho este blogue para pôe em ordem, ao mesmo tempo que viro este mundo e o outro para recuperar o outro blogue.

As vossas visitas fazem-me muito feliz.
Obrigada, Clarinda

meg disse...

Querido Zef,
Fico feliz de teres gostado desta "nossa" nova casa.
Além de te agradecer a visita, espero ver-te mais vezes. Eu vou demorar um pouco mais à estrada pelos motivos à vista.
Um grande abraço

meg disse...

Luísa, não é fácil, mas olha, se tiveres paciência a história esta nos "fundos deste blogue". E os comentários em que repondo às perguntas que me têm feito.
Triste, mas se leres as suas últimas respostas que dei à Maria Faia, seja o mais importante. Porque aqui não há que tomar partidos, quem deve saber, sabe-o de há muito. Porque há aqui, na net quem me conheça como mais ninguém, embora não pessoalmente.
Tenho muita pena Luisa, mas também há pessoas que onde passam só deixam peçonha da maneira mais dissimulada.
Esta casa é tua, é nossa a partir de agora.
A outra tenho alguém a tentar recuperá~la, mas como é muito invejada, demora mais um pouco, não tenho pressa.

Luisa não sei se mudaste o link
recalcitrantemor.blogspot.com
Será isso?
Beijos para ti

meg disse...

É Anamarta, gostei muito, fiquei fã. Não sabes mas passo as noites em claro, por isso vi tudo.

Um grande abraço para ti

meg disse...

AJO,
Cá estou! Presente!
(mas preciso de vez em quando, senão não aguento)
Tenho uns dias de srs.drs (3) e isso atrasa-me um bocadinho mais.

Espero ver-te por cá enquanto eu não conseguir ir "para a estrada"

Um abraço grande

meg disse...

AJO,
Cá estou! Presente!
(mas preciso de vez em quando, senão não aguento)
Tenho uns dias de srs.drs (3) e isso atrasa-me um bocadinho mais.

Espero ver-te por cá enquanto eu não conseguir ir "para a estrada"

Um abraço grande

meg disse...

Caro Gabriel,
Além de agradecer toda e cada uma das suas palavras, tenho pena que não tenha o blogue disponível (ainda?).Nas suas palavras sinto uma solidariedade verdadeira e desinteressada.
Mas que gostava, gostava, sim.

Como vê sou positiva, dabe Deuas a que penas!

Um abraço e faça desta uma sua casa. Terei o maior prazer.

Um abraço

meg disse...

Pois é Filoxera, mãos à obra, não vale a pena chorar sobre o leite derramado.
Com a vossa força... eu vou lá
Um grande abraço