10 de abril de 2010

De volta para os amigos


Com um grande abraço a TODOS,
me aguardem...

eu...

...seguirei na esteira da minha verdade

trabalhada em palavras sentidas e autênticas,

já que, pelos atalhos da injúria

e de palavras ditas sem nexo,

simples e verdadeiras,

tento resgatar as minhas ilusões.

[...]

meg










17 comentários:

zef disse...

És bem aparecida.
Um abraço.

Maria João disse...

Meg

Somos, tantas vezes, o encontro de uma longa espera, feita de partidas e regressos, cá dentro, bem no fundo de nós. As palavras que nos dançam na mente, soltam-se ou prendem-se, dentro dos verbos, como pássaros ou brisas, mas serão sempre, a incompleta totalidade do que nos define. Caminhos... curtos ou longos, que nos direccionam para o abraço, com aquelas, que estando para além de nós, nos completam e onde nos espelhamos, sempre. As palavras!
Resgata, pois, o que é teu e volta.. porque fazes falta!

Um beijinho

Mar Arável disse...

Bjs tantos

São disse...

É muito bom saber do teu regresso, linda!

Fico aguardando mais novas e te deixo o meu grande abraço, minha amiga.

mdsol disse...

Beijinhos, Meg. Bom regresso

:)))

Multiolhares disse...

È nessa estrada da verdade que devemos caminhar é por ela que as nossas ilusão se concretizarão
beijinhos

Zé Povinho disse...

Cá estamos para a receber com muito agrado, aguardando pelos post's com a qualidade a que estamos habituados.
Abraço do Zé

Moacy Cirne disse...

Bom regresso,
Menina.
Tudo de bom procê.

Um abraço.

Meg disse...

Zef,

Obrigada, meu amigo... dos primeiros.

Um beijo

Meg disse...

Maria João,

Falta não farei, mas o apelo dos amigos é uma realidade. E, felizmente, nestes 3 anos, posso dizer que sou uma felizarda.
Podem não ser muitos os amigos, mas são, seguramente muito bons.

Obrigada pela força.

Beijinho para ti

Meg disse...

Mar Arável,

Para ti... tantos também.
Com carinho e reconhecimento.

Beijos

Meg disse...

São,

Lá diz o poeta... por morrer uma andorinha, não acaba a primavera.

E os amigos são a minha Primavera, São.
O resto é escuridão, inverno, cheiro a morte...decadência.

Estou feliz por estar convosco.

Beijinho para ti

Meg disse...

Mdsol,

Caminhemos cada manhã.

Beijos

Meg disse...

Luna,

Obrigada, amiga. São realmente as ilusões que mantêm vivos os nossos sonhos, nos ajudam a ultrapassar os solavancos do vida...

Beijo

Meg disse...

Zé,

Desde a primeira hora... discreto, sempre presente... AMIGO!

Um abraço

Meg disse...

Caro Moacy,

Obrigada pelo carinho.

Um cheiro procê também.

JPD disse...

Continuo a contar com as tuas edições, Meg.

Bjs