11 de junho de 2008

Lugares Comuns

.
.
MENSAGEM AOS AMIGOS
.
POR MOTIVOS PROFISSIONAIS ALIADOS À ÉPOCA ALTA DE TURISMO,
O MEU TEMPO DISPONÍVEL DIMINUIU SIGNIFICATIVAMENTE
A PARTIR DO DIA 10 DE JUNHO ATÉ 15 DE SETEMBRO

************************
.
.
.
William Turner
.
.
.
.
Entrei em Londres
num café manhoso (não é só entre nós
que há cafés manhosos, os ingleses também,
e eles até tiveram mais coisas, agora
é só a Escócia e parte da Irlanda e aquelas
ilhotazitas, mais adiante)

Entrei em Londres
num café manhoso, pior ainda que um nosso bar
de praia (isto é só para quem não sabe
fazer uma pequena ideia do que eles por lá têm), era
mesmo muito manhoso,
não é que fosse mal intencionado, era manhoso
na nossa gíria, muito cheio de tapumes e de cozinha
suja. Muito rasca.

Claro que os meus preconceitos todos
de mulher me vieram ao de cima, porque o café
só tinha homens a comer bacon e ovos e tomate
(se fosse em Portugal era sandes de queijo),
mas pensei: Estou em Londres, estou
sozinha, quero lá saber dos homens, os ingleses
até nem se metem como os nossos,
e por aí fora...

E lá entrei no café manhoso, de árvore
de plástico ao canto.
Foi só depois de entrar que vi uma mulher
sentada a ler uma coisa qualquer. E senti-me
mais forte, não sei porquê, mas senti-me mais forte.
Era uma tribo de vinte e três homens e ela sozinha e
depois eu

Lá pedi o café, que não era nada mau
para café manhoso como aquele e o homem
que me serviu disse: There you are, love.
Apeteceu-me responder: I’m not your bloody love ou
Go to hell ou qualquer coisa assim, mas depois
pensei: Já lhes está tão entranhado
nas culturas e a intenção não era má, e também
vou-me embora daqui a pouco, tenho avião
quero lá saber

E paguei o café, que não era nada mau,
e fiquei um bocado assim a olhar à minha volta
a ver a tribo toda a comer ovos e presunto
e depois vi as horas e pensei que o táxi
estava a chegar e eu tinha que sair.
E quando me ia levantar, a mulher sorriu
Como quem diz: That’s it

e olhou assim à sua volta para o presunto
e os ovos e os homens todos a comer
e eu senti-me mais forte, não sei porquê,
mas senti-me mais forte
e pensei que afinal não interessa Londres ou nós,
que em toda a parte
as mesmas coisas são

Ana Luísa Amaral, «Lugares Comuns»,
in Coisas de partir,Gótica
.
.
.

Ana Luísa Amaral venceu em 1 de Junho de 2008
O Grande Prémio de Poesia da Associação Portuguesa de Escritores (APE)
que foi atribuído ao livro "Entre dois rios e outras noites"
.
.



Nasceu em 1956, em Lisboa.
Aos nove anos, mudou-se, por vontade alheia, de Sintra para terras do Norte (Leça da Palmeira) (…)
Frequentou a Faculdade de Letras do Porto, tendo-se licenciado em Germânicas.
Deve ter gostado tanto da Faculdade que por lá se deixou ficar, como professora, até ao presente momento.
Por necessidade de carreira, tinha que fazer doutoramento.
E fez; sobre Emily Dickinson, cujos poemas a fascinam tanto como a fascinara o Zorro. Pelo caminho, foi publicando livros de poemas(…)
Ana Luísa Amaral, Autobiografia (1998)






Ana Luísa Amaral é professora de Literatura Inglesa no Departamento de Estudos Anglo-Americanos da Faculdade de Letras do Porto.
Tem publicações académicas (em Portugal e no estrangeiro) nas áreas de Literatura Inglesa, Literatura Norte-Americana, Literatura Portuguesa e Literatura Comparada.
É Investigadora Associada do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra.
A sua poesia consta em várias antologias.
Publicou algumas obras para crianças e seis livros de poesia :

(Minha Senhora de Quê, 1990;
Coisas de artir, 1993;
Epopéias, 1994;
E Muitos os Caminhos, 1995;
Às vezes o Paraíso, Lisboa, 1998;
Imagens, 2000;
A Arte de Ser Tigre, 2003;
A Génese do Amor, 2005).
«««««<>»»»»»
.
.

AQUI, EM CADA POST
Por esse motivo as minhas visitas serão mais espaçadas, sempre que me seja possível, pelo menos uma vez por semana, para ler e comentar o que os meus amigos publicam.

Prometo responder a todos os comentários que tiverem o carinho de deixar
.
um abraço da meg
.
.
.

45 comentários:

Carla disse...

amiga o teu espaço é uma enciclopédia de saber e de prazer...por isso continuo a sentir necessidade de "beber" as tuas palavras
beijos amiga

Maria Faia disse...

Querida Amiga Meg,

Durante o fim de semana não tive oportunidade de viajar pela blogosfera mas, hoje tirei uns minutinhos do meu trabalho para te vir deixar um olá, uma palavra amiga. Fiquei a saber que, também tu andarás com menos tempo para estas visitas de que tanto gostamos por isso, cabe-me desejar-te toda a sorte e felicidade do mundo para mais um verão que esperamos seja solarengo q.b.
De qualquer forma, sempre que puder passarei.

Um beijo amigo para ti e votos de uma semana feliz.

Maria Faia

romério rômulo disse...

meg:estamos,a renata e eu,sentindo
a sua ausência.
um abraço.
romério

jasmimdomeuquintal disse...

Não te preocupes esperaremos por ti...

amigona avó e a neta princesa disse...

Tudo de bom...

O Guardião disse...

Mais alguém que se queixa do trabalho, como eu, mas a vida é mesmo assim.
Os comentários, esses também eu os faço com menos frequência, porque o tempo é curtinho.
Bom resto de semana
Cumps

meg disse...

Carla, é sempre com muito prazer que te recebo aqui, tu sabes isso.
Mas como digo acima, só tenho pena de não poder retribuir como SABES que gostaria... São só 3 meses eheheh!
Mas apareço-te um dia destes.

E se gostaste da Ana Luisa Amaral, para mim é muito gratificante. é porque partilhamos os mesmos gostos, minha amiga
Um abraço

meg disse...

Maria Faia,

Agora sou eu, e não há como reclamar, de uma vida preenchida com um trabalho que me dá grande prazer. Trabalho e prazer no trabalhp são duas coisas muito difíceis de conseguir hoje em dia, Maria!

Mas sei que me compreendem.

Um grande abraço para ti,

meg disse...

Romério e Renata, meus queridos!

Já, já, vou correndo...
E vou querer saber novidades!
Também estou sentindo a vossa falta.
Me aguardem!

Beijos

Bipede Implume disse...

Querida Meg
Só hoje consigo estar aqui sem dores.
Este fim de semana abusei nos trabalhos no jardim e fiquei com umas dores musculares muito más. Mas já passou.
Amiga, fico muito feliz por não teres muito tempo para nós. Isso significa que estás de volta ao teu trabalho. Vamos sentir a tua falta mas sei que arranjarás um tempinho para espalhares o teu saber.
Somos teus fiéis leitores por isso aqui estaremos sempre.
Grande abraço de muita amizade.

meg disse...

Jasmim,

Eu não vou embora, minha amiga.
Vou postar duas vezes por semana e responder aqui aos vossos comentários.
Mas precisava de mais 3 horas no meu dia para poder fazer as visitas como gosto... ler e comentar... Sabes, não sou nada
beijoqueira, eheheheh!
Obrigada e espero que tenhas gostado da Ana Luisa Amaral, que esvreve coisas muito bonitas.
Isto é só um "cheirinho"
Um abraço

meg disse...

Amigona,

Agradeço do coração a visita e desejo para si também tudo de bom.
Espere por mim, um dia destes.
Eu tenho passado por lá, mas muito de fugida, sem pousar sequer, mas tenho lido e apoio-a nessas lutas.

Um abraço

meg disse...

Guardião, meu amigo!

Mas um amigo a quem tenho faltado... espero que me releves.
Prometo compensar todo os mundo, sempre que possa.
Um bom resto de fim de semana!
Um abraço

meg disse...

Bípede Implume

Isabel, como são gostosas as tuas palavras!
Porque sei que não são "da boca para fora", minha amiga.

Quanto ao trabalho, pois ainda sou uma das privilegiadas que tem um trabalho de que gosto, num país neste estado. Não reclamo nada.

Só não tenho tento tempo para o blogue, mas estarei aqui todos os dias.
Como vês, saí à meia noite, 200 metros e aqui estou.

Cuidado com as costas, jardinar é óptimo mas... tem esses espinhos.
As tuas melhoras, minha amiga.

Um abraço

Porca da Vila disse...

Vai, Meg! Não há pressa! A gente vai passando!...

Xi Grande

Pena disse...

Linda Amiga:
Optou por uma bela poesia. Doce.
Um pormenor que destaco: Tudo pode ser igual em todos os pontos do Mundo, podem haver cafés "rascas" ou "não rascas", "manhosos", mas nem todos os homens são iguais e pensam em seduzir, maltratar ou sentir desprezo pelas lindas e maravilhosas pessoas que são as lindas mulheres de sonho.
Respeito-as tanto. Imenso!
Os meus melhores amigos sáo Seres Humanos de um gigante deslumbre e pureza do sexo feminino.
Respeito-as imenso, pode crer.
Adorei o seu deslumbrante blog que traduz a beleza e ternura de sentimentos e pensamentos doces. Sensíveis. Encantadores.
Os meus mais sinceros parabéns!
Beijinhos amigos de respeito, estima e consideração.
Sempre a apreciar imenso o que faz.

pena

Voltarei se mo permitir.
OBRIGADO pelo belo momento que passei aqui.

Amaral disse...

Meg
É mesmo assim... o tempo esgota-se entre os dedos como numa ampulheta. A nossa vida profissional nem sempre nos permite mais tempo, mas vá deixando uns post's que nós por cá passaremos para comentar
Abraço

Marco Ferreira disse...

Sei bem ao que te referes. É um pouco a factura que pagamos por viver no Algarve.

marinheiroaguadoce a navegar

meg disse...

Minha amiga Porca,

Está a apertar e de que maneira!
Mas eu continuo a estar aqui todos os dias, mas com o tempo, digamos, muito racionado.
Mas olha, num país de tanto desemprego, estou a reclamar de quê?
Não, não reclamo... só quero que saibam que respeito muito as pessoas que aqui vêm.
Um xi grande pa ti

meg disse...

Pena,
Um pouco surpreendente a sua visita, mas que não deixa de me agradar, pela urbanidade revelada.
Não sou pessoas de muitas palavras, e sou por natureza uma pessoa muito crédula, e com poucos rodeios.
Por isso lhe digo que me agrada a sua visita e que tenha gostado deste poema e desta autora.
É este o meu estar na net.
Tirando uma ou outra intervenção quanto ao estado das "coisas" que
apoquentam este país, publico coisas simples, publico pessoas práticamente desconhecidas, de quem gosto, que defendem causas, e que , quanto a mim, merecem ser lidas.
E aquelas que falam da minha África do coração.

E sou feliz assim.

Claro que me pode visitar, terei todo o prazer em recebê-lo como mais um amigo.

Um abraço

meg disse...

Amigo Amaral,

Tive de optar. E acho que fiz a melhor opção. Não vou deixar de postar, claro, e assim estarei sempre em contacto convosco...
Um bom fim de semana (que é coisa que também não tenho)... tenho trabalho, graças a Deus!

Um grande abraço

meg disse...

Marco,

Viver no Algarve é isto mesmo, dizes bem, mas tento lembrar-me da qualidade de vida que temos, como poucos, no Inverno.
Custa-me menos
Um grande abraço para ti, amigo!

a casa da mariquinhas disse...

Olá, Meg
O calor dilata os corpos...mas faz encolher o tempo!
Começa o calor e aí ficamos nós sem tempo para nada, ou, pelo menos, para tudo o que queríamos.
Pois foi esse "encolher" que me impediu de vir mais cedo. Arranjei agora uns minutinhos, e valeu a pena. Gostei do que vi.
E gostei de "conhecer" Ana Luísa Amaral. Ainda bem que a apresentou.
Vou comprar um livro dela para levar para férias (no próximo dia 22).
Felicidades no trabalho e tudo de bom.
Beijinhos
Mariazita
PS - Também coloquei o link do seu blog no meu. Obrigada.

A paginadora disse...

Querida MEG
Sempre que aqui venho consegues surpreender-me com os teus posts. Tens o cuidado de trazer até nós temas, poemas, textos de grande qualidade.

Não conheço nada sobre esta autora, nem sobre a sua obra infelizmente.Gostei muito do que li.

E concordo com Maria Luisa Amaral: não importa onde e no meio de quem estejamos "... que em toda a parte as mesmas coisas são".

Quanto à tua menor disponibilidade a mim não tens que te desculpar, eu sei bem o que isso é.

Desejo-te um bom Verão em termos profissionais e também muita saúde.
Beijos

Carminda Pinho disse...

Meg,
haja alguém que lembre peça blogosesfera o nome e a obra de Ana Luisa Amaral que, no passado dia 9, recebeu o Grande Prémio de Poesia, atribuído pela Associação Portuguesa de Escritores pelo seu último livro "Entre dois rios e outras noites".
Justa homenagem que fazes, mais uma, a uma escritora de língua portugusa. portuguesa.

Tenho andado um pouco off, desculpa só vir agora. Deve ser do calor.:)))

Beijos

Metamorfose disse...

Agora é que aqui cheguei e venho bem atrasada, olha, vai postando que nós vamos te acompanhando. Bom trabalho.

meg disse...

A Casa da Mariquitas

Já agora, por que não comprar o livro pelo qual recebeu o Grande Prémio de Poesia.
E como o tempo encolheu realmente, aqui lhe deixo um abraço e votos de um bom fim de semana.

meg disse...

Amiga A.Paginadora

Como vês, o tempo encolheu.
Obrigada pelas tuas palavras sempre tão reconfortantes. Estive lá em casa agora... e ando há dias para te enviar um mail. Mas ele vai.
Espero que esteja "tudo bem" aí em casa.

Um bom fim de semana e um grande agraço

meg disse...

Carminda,

Então não é que trouxe a Ana Luisa propósito do Grande Prémio de Poesia, e publico o post sem lje fazer referência!!!

Aí está a correcção, graças a ti.

Obrigada,Carminda.

Um abraço e bom fim de semana, (será?rsrsrs)

meg disse...

Metamorfose,

Julguei-te emigrada... Que bom teres regressado, minha amiga!
Agora espero continuar a ver-te por aqui, que vou ter três meses
difíceis para vos visitar.
Mas aqui responderei sempre.

Um bom fim de semana e um abraço

anamarta disse...

Olá Meg
Conheço pouco da obra de Ana Luisa Amaral! gostei do que li aqui e vou procurar conhecer melhor!
Quando puderes volta que nós cá estaremos à tua espera.
Um abraço e tudo de bm para ti.

meg disse...

Anamarta

Mas eu estou aqui, todos os dias, mas menos tempo.
Aqui respondo sempre, as visitas é que vão ser mais complicadas e sabes porquê?

Eu para comentar num blogue tenho de ler, quero ler, o que foi escrito, para fazer o comentário
com conhecimento.
E é esse tempo que me falta, Anamarta.Ainda esta noite estive "em tua casa" vi o poema, do E.A. mas tinha acabado de chegar a casa (depois da meia noite).
Porque passar para dizer olá e deixar um beijinho, não faz muito o meu género.
Por isso, aqui estarei sempre, e continuo a postar. Se puder fazer uma visita, fá-lo-ei com o maior gosto.
Para vos receber estarei sempre aqui, diáriamente.
Um bom fim de semana e um abraço

MPS disse...

Cara Meg

Ando com tanto trabalho que, quando ergo os olhos, é para perceber que se me fecham. Desculpe, pois, a minha ausência e a incapacidade de dizer seja o que for sobre o seu artigo que merece muito mais do que um "gostei muito"

Um abraço

meg disse...

Minha amiga MPS

Estamos quase empatadas,
Claro que entendo, cara MPS.
Por isso aqui os posts também vão ficar mais tempo.
E não há drama nenhum quando todos percebemos que há uma vida deste lado. E esta não se compadece, não espera.

Só desejo que as ausências sejam por sobrecarga de trabalho e n~~ao por outros motivos menos bons.
Afinal até somos umas felizardas!

Um bom fim de semana e um abraço

Vieira Calado disse...

Eu não tenho nada que fazer, profissionalmente. Mas, com este calor e a praia aqui perto, também vou abrandar os ofício do blog.
Cumprimentos.

Agulheta disse...

Meg. Quando se faz algo que se gosta a vida é bonita,eu gosto muito do que faço,mas agora começa a ver menos amigos nos blog,está sol e bom tempo.
Beijinho de amizade Lisa

Renata disse...

Meg, querida!
seu blog é uma delícia, mesmo... Adorei este poema.

Escrevi uma mensagem para você lá no Ning, tentando explicar um pouco as coisas e amainar sua inquietação.

Achei uma foto linda do nosso colega blogueiro, o RR sombra sinistra, e coloquei lá no blog dele. Este nosso amigo em faz ficar buscando coisas no google para encher o blog dele. E não me dá uma dica de música, de vídeo, para colorir mais o espaço. Hahahaha, e depois diz que você é ansiosa? E eu? Mal consegui que o homem evoluísse do bloquinho e do lápis, agora já fico querendo que ele seja multimidiático, hahaha.

Adorei os badges da comu no seu blog! Obrigada por divulgar! Não consegui colocar no Wordpress, preciso trabalhar melhor as tags, há algum conflito.

Beijoooooooooo

Filoxera disse...

Nunca li nada da Ana Luisa Amaral, mas este teu post deixou-me curiosa.
Obrigada, Meg.
Um beijo.

romério rômulo disse...

meg:
como são interessantes as defesas da vida.lida a mensagem da renata,
começo a entender o que se monta.
e a dama da alta tecnologia a reclamar de mim para o outro lado do atlântico.tenho que vir mais aqui pra enxergar melhor.um beijo.
romério

meg disse...

Amigo Calado,

Pois acho que faz muito bem.
Quem tem férias agora deve aproveitá-las. Creio mesmo que os blogues acabarão por abrandar por isso mesmo.
Um bom fim de semana e um abraço

meg disse...

Agulheta,

Lisa, é normal, quem trabalha tem menos tempo, quem não trabalha vai de férias. São 2 meses e volta tudo ao mesmo.
Um bom fim de semana e um abraço amigo

meg disse...

Renata,

Um grande prazer para mim, ests sua visita, e obrigada pelas suas palavras.

Claro que este blogue não é uma obra de arte nem sequer é pretensioso.
Não sou escritora, nem poetisa, muito menos professora, não me sinto na obrigação de ensinar.
Do que gosto mesmo é de mostrar e partilhar aquilo de que gosto, aqueles cuja escrita aprecio e de quem muitas vezes utilizo as palavras para dizer o que sinto.
Depois o gostar... é subjectivo.
Há até quem deteste, mas com tantos blogues de tanta qualidade, é só escolher.

Beijo

meg disse...

Filoxera,

Na minha opinião, que é mais que suspeita, não deixes de conhecer.
E tenho a certeza que vais ter uma surpresa.

Um óptimo fim de semana, e um abraço

meg disse...

Romério,

Que bom te ver aqui!
Mas pode e deve vir mais vezes, para tomar atenção aos voos dos gaviões, eheheheh!!!!
e a sombra, já sumiu? vou conferir, logo, logo...

Beijo para você

bettips disse...

Que ainda bem...afinal, saída dos viveiros para a vida práticapode ter o seu interesse distrativo.
Mais uma bela mulher do dia a dia que a gente conhece. Fascinante pensamento que não é um lugar-comum antes uma acutilante constatação da diferença!
Um grande abraço Meggy