18 de agosto de 2009

No calor de Agosto...Memórias!

. .


Ilha da Inhaca - Moçambique
Com o mar e o céu ao sul
absorta e distante me quedo em silêncio numa bebedeira de azul. sentimentos de paz, tranquilidade, olhar vazio... para lembrar num instante tempos vividos, momentos inolvidáveis, cidades, países, memórias notáveis... e vem uma saudade doce, uma vontade de voltar, um desejo de reviver... enquanto repousa, meigo e calmo, o meu olhar no céu...ao sul ao longe...ao mar...
.
.
.
.

35 comentários:

bettips disse...

Só mesmo o vir aqui me seduzia hoje! A limpidez, da água e das palavras.
Bj

Mar Arável disse...

Que nunca lhe falte o mar

os mares

infinitos

Carminda Pinho disse...

Imagino que no calor de Agosto te assaltem muitas memórias daqueles tempos, daqueles lugares, daqueles cheiros...

Beijos, Meg.

Maria disse...

Nas noites assim não me importava de ter água (essa piscina pequena) aos pés da cama...
Só a transparência das água já vale a pena, aqui, hoje!

Beijos

Paulo Vilmar disse...

Meg!
O verão nos remete a todo o tipo de calores, inclusive os de amores!
Beijos

Méon, disse...

Fico sempre mais fresquinho depois de passar por aqui.

Vale!

utopia das palavras disse...

Sempre com o mar ao longe...ao sul!
E o cheiro...a maresia!

Inspirador esse azul de palavras mansas!

Beijos, Meg

zef disse...

Meg, vê como são as coisas: há muitos anos passei por perto, a caminho doutros sítios, lá mais para cima.
Lembro-me do céu. Mas, do resto, não vem "saudade doce"...Pequena correcção: nas savanas de Tete a terra tinha música e, no Macúti, na Beira, muitas vezes o mar estava bonito!
É bom que ainda seja.
Beijos

Agulheta disse...

Meg. Olha era o lugar ideal para mim,bem juntinho ao mar,era só sair da cama e entar na piscina?.
Beijinho bfs

EDUARDO POISL disse...

Lindas fotos, e aqui o maior frio.

FELICIDADE!

Quando o vento bater à sua porta,
Abra devagar,
Para deixa-lo entrar
Pense quanto de bom poderá receber,
Se estiver pronto para tal,
Mas as conquistas diárias
Estamos sempre apostando tudo
e a cada recomeço,
Percebemos, o quanto é gratificante,
Estar pôr perto de quem se gosta de verdade,
Sua simpatia,
Corresponde o momento de felicidade
e transborda de alegria
o coração de quem recebe.

(Roseli Alcântara)

Desejo toda a felicidade neste final de semana,
Um grande abraço.

Pata Negra disse...

Tu estás aí?! Contas-me por imagens e versos que estás aí?! Então eu também estou um pouco aí, onde nunca estive e provavelmente nunca estarei.
Um abraço sem memória

Filoxera disse...

Maravilha! Fico a sonhar...
Beijos.

romério rômulo disse...

meg:
passo para me atualizar.
um beijo.
romério

vbm disse...

imaginava-te saudosa de Angola...
mas lembras Moçambique! :) ?

Vivi um ano no Maputo,
mas, infelizmente,
não cheguei a conhecer Inhaca,
que, dizem, é lindíssima!


Mas... uma vez que passei por Quelimane,
senti que tinha nascido em Moçambique!
Tal a força e a beleza daquela
cidade do Índico!
---

avlisjota disse...

Olá, também eu me quedava numa eterna bebedeira de mar azul assim tão transparente tão cristalino...
Beijos e boa semana

José M. Silva

padeirinha disse...

Maravailha! Achei que eram as caraíbas. Lindo!

NAMIBIANO FERREIRA disse...

No more words...
o meu olhar
no céu...ao sul
ao longe...ao mar.......
bjs
Nami

Meg disse...

Querida Bettips

É só mesmo o que transmitir em tempos de verdadeira canícula...
é o recurso às memórias... às boas memórias, que as outras.. deixa para lá!

Beijo grande

Meg disse...

Mar Arável,

Por enquanto não falta, tenho-o mesmo à minha frente... o mar, o céu. o azul também.

Um abraço

Meg disse...

Carminda,
Assaltam-me muitas memórias de África e não só...também outras e ainda vou pensar se te vou perdoar, ahahahah!
Com que então férias!!!!E nada!

Beijo condicional

Meg disse...

Maria,

E estas são só umasinhas!
Queres ver as de Bazaruto? Vou pensar nisso, já que o calor não nos larga.

Beijo do lado esquerdo da vida


Ps:Preciso do teu émail... tenho uma "coisa deste lado" que te quero enviar. Pode ser?

Meg disse...

Caro Paulo,

Ah...mas, ao contrário destes, esses outros "calores" de que falas são contas de outro rosário, e bem mais gostosos.

Um abraço deste lado do Atlântico

Meg disse...

Caro Méon,

Se este post o refrescou assim tanto, pois já me dou por feliz, meu amigo. Cumpriu em tempo de falta de inspiração...

Um abraço

Meg disse...

Utopis das Palavras

Ausenda,

Sou uma felizarda, quanto ao mar, ao céu... ao pé...

Beijo

Meg disse...

Zef,

Devemos ter-nos cruzado por lá, também mais ao norte... e no Macúti quando a maré estava baixa...lembras-te?
Das outras memórias, ficaram marcas mas deixei-as para trás.

Um beijo

Meg disse...

Lisa,

E com o calor que tem feito, acho que até dormias na piscina, ahahah!!!
Isto é um pedaço do paraíso...

Um beijo

Meg disse...

Lisa,

E com o calor que tem feito, acho que até dormias na piscina, ahahah!!!
Isto é um pedaço do paraíso...

Um beijo

Meg disse...

Amigo Eduardo,

Uma boa semana para si... só hoje consegui vir ao blog.
E obrigada por mais este bonito poema.

Um abraço

Meg disse...

Meu querido Pata-Negra,

Estou, estou "viajando" por aqui, revisitando lugares que o tempo deixou para trás.
Vem, vem comigo, dá-me a tua mão, que eu mostro-te também Bazaruto, um pedaço do paraíso na terra!

Estou quase a regressar...

Um beijo

Meg disse...

Filoxera,

Sonha, minha amiga, que é do que estamos a precisar.
Sair daqui para cenários de sonho, como este.

Um beijo

Meg disse...

Romério, meu Poeta!

Andamos ambos desactualizados...
E a Patrícia? Quando vem?

Um beijo para os dois

Meg disse...

vbm

Querido Vasco,

Mas eu sou saudosa, não só de Angola, mas de outras Áfricas... estive e nasceu-me uma "cria" em Lourenço Marques, depois mais uns anos na Beira...
Para mais detalhes,manda-me o teu émail...tenho "coisas" que te vão interessar.

Um beijo

Um beijo

Meg disse...

Padeirinha,

E depois ainda me querem convencer a ir visitar praias maravilhosas!
Não, e isto é só uma amostra, minha amiga.

Um beijo

Meg disse...

Querido Nami,

Soubera eu, como tu, poeta, transmitir o que tantas vezes me vai na alma!
Obrigada pelo teu carinho amigo.

Um beijo

O Guardião disse...

Não sei porquê mas veio-me à lembrança a ilha de Santa Carolina, aquela dos noivos, onde fui diversas vezes mas para fazer pesca submarina.
Por vezes faz bem recordar...
Cumps