22 de fevereiro de 2009

EM TORNO DA MINHA BAÍA

. . .
.
.
.
Em Torno da Minha Baía
.
.
Aqui, na areia,
Sentada à beira do cais da minha baía
do cais simbólico, dos fardos,
das malas e da chuva
caindo em torrente
sobre o cais desmantelado,
caindo em ruínas
eu queria ver à volta de mim,
nesta hora morna do entardecer
no mormaço tropical
desta terra de África
à beira do cais a desfazer-se em ruínas,
abrigados por um toldo movediço
uma legião de cabecinhas pequenas,
à roda de mim,
num voo magistral em torno do mundo
desenhando na areia
a senda de todos os destinos
pintando na grande tela da vida
uma história bela
para os homens de todas as terras
ciciando em coro, canções melodiosas
numa toada universal
num cortejo gigante de humana poesia
na mais bela de todas as lições
.
HUMANIDADE
.
.
Alda Espírito Santo
.
.
«««««o»»»»»
.
.
Alda Espírito Santo, também conhecida por Alda Graça, nasceu em São Tomé em 1926 e teve a sua educação em Portugal. Regressou a São Tomé, onde trabalhou como professora. Ali exerceu alguns cargos governamentais nas áreas da Educação, da Informação e da Cultura e foi deputada e Presidente da Assembleia Nacional. É actualmente Presidente da União Nacional dos Escritores e Artistas de São Tomé e Príncipe, cargo que acumula com a Presidência do Fórum da Mulher de S. Tomé e Príncipe. Os seus poemas aparecem nas mais variadas antologias lusófonas, bem como em jornais e revistas de São Tomé e Príncipe, Angola e Moçambique.
.
.
«««««o»»»»»
.
.

11 comentários:

Agulheta disse...

MEG!Ainda esperando pela net? só mesmo da burocrasia deste pais,adorei o poema e conheço muito pouco desta escritora,a partilha é sempre bom.
Beijinho boa semana
da Lisa

romério rômulo disse...

meg:
gostei da alda.
um beijo.
romério

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Desculpa pela minha ausência, mais estou trabalhando, Florianopolis está lotada de turistas para o Carnaval.
Só passei para desejar um bom fim de Carnaval e uma ótima semana.
Abraços

Amaral disse...

Meg
Que belo poema, trouxe-me recordações da minha terra: Moçambique.
Bom Carnaval
Abraço

Compulsão Diária disse...

Obrigada pelo presente. Gostei do poema.
E continuo te esperando

O Guardião disse...

Pelos vistos "a coisa" está a ser difícil mas por cá só temos mesmo a continuação do Carnaval, como é habitual.
Cumps

Marco Ferreira disse...

Infelizmente este é o país e os serviços que temos.

Que fazer? Nada pois não vale a pena.

marinheiroaguadoce a navegar

duarte disse...

olá meg
o vale tb passou , um mês e meio sem net...resolvi dedicar-lhes um post(à TMN).
enfim... passo por aqui descobrir novas poesias, e para lhe deixar um abraço.

Mar Arável disse...

Não podemos mudar de povo

só de governo

Marco Ferreira disse...

Estou a ver que ainda enfrentas os problemas de falta de net.

Bom fim de semana

marinheiroaguadoce a navegar

Filoxera disse...

Lindo.
Gostava de saber para que email te posso enviar um convite para acederes ao Escrito a Quente. Está aberto apenas para convidados, agora.
Beijinhos.