26 de outubro de 2010

"Esperemos"...


Vincent Van Gogh



Há outros dias que não têm chegado ainda,
que se estão fazendo
como o pão ou as cadeiras ou o produto
das farmácias ou das oficinas
- há fábricas de dias que virão -
existem artesãos da alma
que levantam e pesam e preparam
certos dias amargos ou preciosos
que de repente chegam à porta
para nos premiar
com uma laranja
ou nos assassinar de imediato.

Pablo Neruda
(Últimos Poemas)




19 comentários:

Mar Arável disse...

O poeta sabia do que falava

é preciso continuar a ouvi-lo

Bj

BAR DO BARDO disse...

Sempre bom um bom poema!

Felicidades, Meg!

Maria João disse...

E a laranja, pode ser tão amarga que nos ofende.

Excelentes referências; Van Gogh e Neruda!!

Um beijinho, Meg

jrd disse...

(...)y vosotros, hermanos caídos, en silencio,/estaréis con nosotros en ese vasto día/de la lucha final, en ese día inmenso.
Pablo Neruda

Meg disse...

Mar Arável,

Continuamos a ouvir... e a esperar também!

Beijo

Meg disse...

Bardo,

É Neruda... e sabe o que é esperar...

Beijo

(Já sabes que o Moacy voltou?)

Meg disse...

Maria João,

Pois é... laranja amarga, minha amiga.
Van Gogh é um fraquinho meu.

Beijo para ti

Meg disse...

JRD,meu caro

Un día de justicia conquistada en la lucha,(...)
y vosotros
...

Um abraço

JPD disse...

Uma excelente dupla:

Vincent Van Gogh
Pablo Neruda.

Resta-me congratular com a excelência da edição.

Bjs

Ana Tapadas disse...

Pablo Neruda é excelente. Perco-me por ele.
Beijo

São disse...

Boa escolha tanto do poeta como do pintor.
Mas. afinal, que podemeos nós esperár?

Uma noite serena ...e que não falem mais do maldito Orçamento!

AFRICA EM POESIA disse...

Vim devagarinho deixar um beijinho

A VIDA


A vida corre...
E nós corremos com ela...
Corre tão depressa...
Que nós nem damos conta...

Quando abrimos os olhos...
A vida correu, correu...
E muitas vezes passou...
E nem para nós olhou...

E então acordamos...
Mas como é tarde...
Vamos correndo muito...
Para podermos agarrá-la...

LILI LARANJO

Bipede Implume disse...

Querida Meg
Que belas fotografias das mini-férias.
Minha amiga já não consigo acompanhar todo este tumultuar à volta do Orçamento.
Valem-me outras leituras e cair em blogues como o teu para respirar.
Bom fim de semana.
Beijinho grande.
Isabel

mdsol disse...

Beijinho, Meg!

:)))

JB disse...

E quem assim espera sabe por que se (des)espera!

Sempre intemporal, Neruda!

Gostei de por aqui passar!
E vou também eu aqui continuar à espera do próximo post! :)

beijinho

Filoxera disse...

Boa conjugação.
Beijinhos.

O Guardião disse...

Eu estou sentado e entretido a ver o Robin Hood. Laranja? Olhe que pode ser muito forte para um estômago sensível como o meu.
Cumps

Zé Povinho disse...

Aqui ou noutra plataforma, o Zé está sempre atento ao que nos é dado a conhecer.
Boa semana
Abraço do Zé

JPD disse...

Sugestão: lê o poema de Al Berto que editei na badana de O Guizo e o Gato
Bjs, Meg